Miramar campeão em senhoras no Nacional de Clubes e Vice-Campeão nos Homens

Disputou-se entre o dia 1 e o dia 4 no Golfe do Montado o Campeonato Nacional de Clubes , em disputa estava a Taça Visconde Pereira Machado no caso dos homens e a Taça Nini Guedes Queiroz no caso das senhoras.

 

O nosso clube apresentava em ambas as categorias equipas muito jovens mas com fortes ambições a uma boa classificação. Se no caso das Senhoras tínhamos fortes responsabilidades pelo fato de sermos já bicampeãs (ganhamos em 2014 e 2015) no caso do homens mais do que responsabilidade tínhamos ambição pois é um troféu que perseguimos desde 1994 data da nossa ultima vitória .

 

No caso das senhoras estavam 3 clubes a disputar o troféu , Qta do Peru, Lisbon e Miramar. Vencemos de forma fácil os dois  primeiros dia de competição onde se jogava a fase de stroke play para decidir quem passaria diretamente á final e quem jogava a eliminatória de acesso (formato definido por estarem apenas 3 equipas) e assim ficamos isentas de jogar no sábado e aguardamos o nosso oponente na final que foi a Qta de Peru.

A final jogava-se em Match play com dois jogos de pares (Foursomes) e 3 singulares . Assim nos jogos de pares de domingo de manha tivemos uma vitoria (6/5) através da Leonor Bessa e Joana Silveira que venceram a Magda Carrilho e a Sofia Camara ; no outro jogo a Rita Marques e a Inês Barbosa defrontavam a Leonor Medeiros e a Filipa Capelo , tivemos um bom inicio de jogo mas algumas decisões precipitadas fizeram com  que perdêssemos quase no final (2/1).

Estava tudo em aberto para o período da tarde.

Da parte de tarde a Leonor Bessa venceu a Sofia Camara (3/1) a Inês Barbosa perdeu com a Magda Carrilho (2/1) ficando a decisão final para o ultimo match entre a Joana Silveira e a Leonor Medeiros.

A disputa foi intensa tendo a Joana vencido no buraco 18 com um put fabuloso de 7 metros permitindo assim a revalidação do titulo por Miramar !

 

No caso dos homens a modalidade era similar mas em vez que dois dias de stroke play tivemos apenas um entrando depois na fase de match play. No dia de stroke play ficamos em segundo lugar jogando assim o primeiro match com o Santo da Serra ; tratou-se de um jogo com alguma disputa mas que conseguimos ultrapassar com 4 jogos ganhos em 7 jogados (2 pares e 5 individuais).

No sábado (meias finais) encontramos o Vilamoura , um cronico candidato ao titulo , entramos muito bem no jogo tendo vencido da parte da manha os jogos de pares o que nos deu um forte alento para os jogos da tarde que vencemos á exceção de um ! Passamos assim com uma vitoria por 5,5 /1,5.

Chegados á final com o OPORTO sabíamos que ia ser um jogo difícil contra uma equipa com muita experiência e que tinha também fortes ambições de vitoria. Nos matches de pares de manha o Tomas Bessa fez par com o João Mª Pontes tendo perdido por 3/2 contra o Manuel Violas e o Vasco Alves ; impunha-se pois ganharmos o outro match para levarmos o jogo aberto para o período de tarde. Ai o Pedro Lencart e o Alexandre Abreu trabalharam muito tendo estado a ganhar o match mas o Oporto através do Tiago Rodrigues e o Afonso Girão  levaram o jogo para playoff (ate ao buraco 21 )e conseguiram ganhar o match.

No período de tarde tínhamos de ganhar 4 jogos em 5 disputados para levar a nossa avante mas tal não foi conseguido , perdemos os dois primeiros (Zé Maria Cunha contra o Afonso Girão e o João Maria Pontes contra o Manuel Violas ambos  por 4/3) perdendo assim a possibilidade de conquista do titulo.

 

Os resultados mostram o empenho e o trabalho de continuidade que o CGM tem feito com as suas equipas e para o ano voltaremos a dar luta !

Partilhar Notícia

Comentários (0)

Deixe o seu comentário